Web Design
Blog > Web Design

7 passos para a criação de uma boa identidade visual

quinta-feira, 12 novembro 2015

A forma como sua empresa é vista pelos seus clientes é muito importante. Ter um material institucional bem desenvolvido e consistente se reflete em um grande benefício: aumento de credibilidade e, consequentemente, aumento de vendas. Uma empresa que apresenta materiais coesos e elaborados para expor seus produtos e serviços transmite organização e profissionalismo em seus projetos.

Criando uma boa identidade visual

Além de identificar a empresa ou produto, a identidade visual – logotipo, cartão de visita, envelope, papel timbrado, website, entre outros – precisa estabelecer uma comunicação, uma empatia, com o público-alvo. Desta forma, vamos listar as etapas que podem ajudar nesse processo! :) São elas:

1 – Briefing/Objetivo

Nesta fase absorva o máximo de informações sobre o projeto: quais os valores e conceitos da empresa/produto/marca ou serviço. Obtenha todos os pontos essenciais para compreender exatamente qual é a expectativa do cliente, o que o mesmo deseja transmitir ao seu público e como quer ser visto no mercado. Qual o público-alvo, segmentação, posicionamento, análise SWOT, estratégia de comunicação e mix de marketing, também são informações cruciais nesta fase.

2 – Pesquisa

Depois de identificar as principais informações da empresa, faça uma pesquisa profunda internamente (empresa/serviço/produto) e externamente (concorrência). Quanto mais conhecimento tiver sobre as soluções possíveis dos concorrentes, melhor será a sua própria solução. Aproveite e pesquise ainda sobre tendências gráficas, cores, padrões, case studies e fontes. 😉

3 – Brainstorming/Conceito

Colhidas todas as referências necessárias, é hora de por a mão na massa. Transfira todas as ideias para o papel, todas mesmo! Tenha sempre em mente o objetivo inicial que já deverá estar muito bem definido. Ilustre os seus conceitos numa parede com imagens (concept board) e com cores (color board). Inspire-se em Keywords que transmitam esse conceito e esquematize. Refine, filtre, discuta, peça opiniões e escolha as 3 opções que melhor se encaixarem no objetivo.

4 – Estudo da forma

Inicie os seus rabiscos baseando-se nos pontos anteriores (Briefing/Pesquisa/ Conceito). Utilize apenas preto e branco para controlar a força das formas. Desenhe e redesenhe sobre papel vegetal suas ideias – esse papel é importante, pois permite a junções e alterar registos gráficos, com pontos, linhas, texturas, e outros. Escolha as formas que melhor se comunicam, desenhe-as com a maior perfeição possível. Depois disso, fotografe/escaneie, e passe para o computador onde será feita a vetorização. Lembre-se o computador é apenas uma ferramenta que nos ajuda, mas se este processo analógico não for realizado, o computador limita-nos a criatividade. Tenha atenção com as linhas muito finas, e lembre-se que o estilo iconográfico é mais perceptível que o estilo realista.

5 – Estudo do lettering e proporções

Depois de ter a forma bem desenhada vetorialmente a preto e branco, é hora de estudar os estilos de lettering de maneira a entender qual o estilo que melhor se comunica e se adequa ao conceito pretendido. Além disso, deverá de haver unidade, equilíbrio e máxima legibilidade entre forma e lettering. Testes impressos são muito importante.

6 – Estudo da cor

Faça vários testes de cor, junções de cor, misturas, gradientes e texturas, use todas as ferramentas disponíveis. Perceba que a cor transmite vários estados de espírito (sinestesia), há significados diferentes para cada cor, e cada cultura atribui às cores o seu próprio significado. Tenha em atenção neste ponto.

7 – Teste e análise dos resultados

Selecione 3 Identidades diferentes e junto do público-alvo faça o teste de legibilidade, morfologia, sintaxe, semântica. Entenda quais as preferências do público. Utilize essas 3 propostas e os respectivos resultados para comprovar ao seu cliente que já está mais à frente, e que o seu trabalho é sustentado em fatos verídicos e reais.

Agora é o momento de aplicar a identidade às peças necessárias ao seu cliente; na hora de apresentar seu trabalho, faça algo original e bem estruturado. Exponha seus conceitos, pesquisas e fundamentações. Desta forma poderá justificar ao cliente o porquê do valor do projeto e mostrar que não se trata de algo rápido, mas de todo um processo de construção! 😀

Leticia Altini

Publicitária especialista em gerenciamento de redes sociais.

Infográfico: Principais tendências web 2015!

Leia mais posts sobre: Web Design

Design voltado para aumentar taxa de conversão?

Design voltado para aumentar taxa de conversão?

Qualquer pessoa envolvida, de alguma forma, com algum tipo de negócio onli...
O BPG vai substituir o JPG?

O BPG vai substituir o JPG?

O programador francês Fabrice Bellard desenvolveu em 2014 um formato de ar...