Inbound Marketing
Blog > Inbound Marketing

Como funciona o tal funil de vendas do Inbound Marketing?

segunda-feira, 18 julho 2016

Se você já passou algum tempo aprendendo sobre Inbound Marketing, provavelmente já se deparou com o termo funil de vendas, também chamado de funil do marketing. Se você está curioso sobre o que é esse famoso funil do Inbound Marketing e como ele funciona, este post é para você!

O que é funil de vendas?

Todos que possuem sites querem que os novos visitantes tomem determinadas ações, isso é fato. Seja para fazer uma compra, se inscrever ou preencher um formulário – todos querem conversão!

Pois bem: o funil de vendas é uma metáfora visual utilizada para explicar as ações dos futuros clientes, desde a descoberta da existência de sua marca até a conversão final – a de efetivação da venda.

Em outras palavras, o funil é o conjunto de passos que um visitante precisa percorrer antes de chegar à última conversão e se tornar cliente.

Pense, por exemplo, no funil do Submarino. Existem alguns passos que um visitante avança antes de comprar um produto. São basicamente quatro passos:

  1. Visitar o site
  2. Visualizar o produto
  3. Adicionar o produto ao carrinho
  4. Comprar

Há passos/ações adicionais que podem ser tomados entre cada uma dessas ações, mas essas são os que mais importam para o funil em questão. Por exemplo, um visitante pode visualizar a página institucional, não sendo necessário incluir essa ação no funil, já que não é relevante para a venda.

Por que o conjunto de passos para a conversão é chamado de “funil”?

No início do processo, há um grande número de pessoas – de visitantes – que tomam o primeiro passo. Ao longo do processo, é natural que eles desistam. Assim, a quantidade de pessoas diminui, afunilando-se. Ou seja, começa largo e vai diminuindo até chegar aos reais consumidores.

O fato é que, entendendo todas as etapas, será possível analisar e ajustar seus esforços de venda para cada um desses momentos até a conclusão da venda.

Observe:

Como funciona o tal funil de vendas do Inbound Marketing?

Um pouco mais elaborado, o funil acima vai desde a descoberta até a compra em si. Ele é dividido em três partes: topo, meio e fundo. Cada etapa possui suas particularidades e necessita de conteúdos e técnicas diferentes para que suas estratégias de Inbound Marketing deem certo.

Topo

No topo do funil, as pessoas ainda não estão totalmente interessadas em contratar alguma empresa ou adquirir um produto: estão apenas procurando se educar sobre algum mercado. Por isso, nessa etapa, é importante investir em conteúdos que satisfaçam a essas necessidades.

A descoberta significa que a pessoa descobriu que possui um problema, considerando que precisa de uma solução. Já o interesse acontece quando a pessoa realmente se importa em buscar uma solução, ou seja, se interessa em resolver algum problema.

Aí, se a pessoa tem interesse em algum assunto, irá procurar conteúdos para se inteirar sobre ele. Entre a geração de conteúdos para essa etapa do funil estão blogs, redes sociais, newsletter, vídeos, e-books, dentre outros.  Por isso, invista em estratégias para divulgar sua empresa para o maior número possível de pessoas, afinal essa é a fase de atrair visitantes!

Meio

Nessa etapa, os visitantes se tornam leads qualificados e, ao passar do tempo, ficam mais detalhados em seu histórico, possuindo um conhecimento maior e, ainda, considerando contratar alguém para resolver os seus problemas. Contudo, esse ainda não é o momento de venda efetivada, pois ele tem a intenção de comprar um produto ou serviço, mas ainda está em dúvida se deve ou não contratá-lo.

Para isso, os conteúdos divulgados em blogs, newsletter e e-books têm de ser mais personalizados, ricos e aprofundados, gerando mais confiança para que escolham a sua empresa ou para que tenham certeza de que querem adquirir algum produto ou serviço que a sua marca oferece.

Fundo

Chegamos ao fim do funil. Nessa fase final, o lead, que já é uma oportunidade, avalia seu produto ou serviço, faz comparações, tenta negociar e finalmente chega a conversão final: a compra.

Muitas empresas, nessa fase, oferecem conteúdos promocionais, demonstração de produto, cupom de desconto etc. Mas você pode ir além, utilizando conteúdos para convencer por que a sua empresa é a melhor escolha, produzindo webnars muito mais específicos ou mostrando seus cases de clientes, por exemplo.

Planejando o funil

Resumidamente, no topo do funil estão todos os visitantes do seu site. Apenas os compradores mais interessados irão se mover mais para baixo.

Portanto, querer “alargar o funil” significa querer investir mais em marketing e em novos públicos, para assim aumentar a notoriedade da marca. Quem acrescenta o Inbound Marketing em suas estratégias almeja exatamente isto: atrair mais visitantes para o site e alargar o funil. Afinal, quanto mais pessoas houver em um funil, maior ele será.

Apesar de sempre nos referirmos a se inscrever e comprar, o funil não está limitado somente a esse fim. Você pode usar funis em todo o seu site para analisar o comportamento de seus visitantes em um fluxo especifico.

Por exemplo, você pode acompanhar as assinaturas de suas newsletters: saber quem está abrindo seus e-mails e clicando nos links contidos na mensagem. Enfim, utilizando plataformas específicas, você pode mensurar qualquer conversão que desejar, pode ser desde um clique em algum link a abertura de uma página específica. Basicamente, uma “conversão” pode ser qualquer ação definida por sua empresa para mensurar resultados em sua página ou e-commerce.

No entanto, é necessário que você defina o seu objetivo e o que quer que os visitantes façam em seu site, para assim criar um funil para eles. Depois de ter os dados, você será capaz de ver em que estágio houve rejeição e, assim, otimizar o seu funil.

Se você pretende adotar o Inbound Marketing em suas estratégias, tenha em mente que o conhecimento do funil é essencial. Escolha quem realmente entende do assunto.

A K2 é uma agência Inbound Marketing. Nós alinhamos todas essas estratégias para aumentar a percepção positiva de sua marca e garantirmos resultados incontestáveis! 😉

Camila Rodrigues

Viciada em assistir a séries e em proteger bichinhos indefesos. Acredita que a sua mais nobre missão no jornalismo é dar voz a quem não a tem – os animais.

eBook gratuito: Dez Ferramentas para Facilitar suas Ações de Marketing Digital

Leia mais posts sobre: Inbound Marketing

Como vender mais na internet com Inbound Marketing

Como vender mais na internet com Inbound Marketing...

A internet é um ambiente movido por bilhões de usuários em todo o mundo....
A importância das redes sociais na sua estratégia de Inbound Marketing

A importância das redes sociais na sua estratégi...

Você já deve ter percebido que o Inbound Marketing está ganhando cada ve...