Desenvolvimento
Blog > Desenvolvimento

Como usar melhor o WordPress?

quinta-feira, 22 outubro 2015

O WordPress é um sistema gerenciador de conteúdo (CMS, ou Content Manager System, em inglês) extremamente popular na web. Tanto que já falamos disso em um dos nossos e-Books sobre CMS Open Source para Site. É muito comum encontrar quem tem um blog ou site institucional e utiliza WordPress, tanto porque é um CMS de acesso gratuito quanto porque é muito fácil de aprender a utilizar. E é exatamente por isso (além de outras coisas) que a K2 utiliza esse gerenciador incrível!

Porém, nem todo mundo sabe de algumas funcionalidades valiosas que esse gerenciador de conteúdo pode oferecer. Se você não é lá entendido do assunto e está pensando em contratar serviços de marketing digital para o seu site ou blog, é provável que não tenha ouvido falar em temas, plug-ins e widgets (hein!?).

Todos esses recursos podem melhorar usabilidade, design e o desempenho do seu domínio na internet. Parece difícil, mas fique sabendo que nada disso é muito difícil de instalar e utilizar! Nessa postagem, vamos mostrar como usar WordPress da melhor forma e tornar seu site mais atrativo – e também mais eficiente!

Artigo sobre como usar WordPress com agência K2 Comunicação

Temas

O WordPress tem uma infinidade de temas disponíveis para download. É só baixá-los e subi-los no site, não tem erro! A cada momento surgem mais e mais temas, devido às atualizações da comunidade de desenvolvedores do CMS, que é muito ativa.

Os temas sempre deixam o site com uma cara melhor, pois geralmente conseguem descolar o site de um “padrão WordPress”, reconhecível por qualquer um que entenda minimamente de blogs e criação de sites. No entanto, por serem padrões, os temas gratuitos não são lá tão lindos como os personalizados. Se quiser uma solução mais profissional, é evidente que terá de recorrer a um webdesigner!

Plug-ins

Os plug-ins são extensões e ferramentas que podem fazer quase tudo pelo seu site ou blog em WordPress. Há plug-ins para otimizar o seu site (abaixo falaremos especificamente de um deles!), aumentar a velocidade, protegê-lo de SPAM, facilitar a instalação de ferramentas do Google, entre muitos outros.

Uma das ferramentas mais importantes para sites WordPress é o plug-in SEO By Yoast. Se você já contratou os serviços de SEO da K2, já ouviu falar ou leu algo sobre otimização de sites, deve saber que os títulos de página, meta-descrições e palavras-chaves para serem usadas em todo o texto são essenciais para conferir um bom posicionamento do site no Google. Esse plug­­in do WordPress permite que esses itens sejam personalizados! O Yoast também possibilita editar outras configurações mais específicas, como as URL’s canônicas.

Widgets

Os widgets são ferramentas de interface gráfica que trazem informações a mais para o seu site. Essas informações ficam disponíveis para o usuário geralmente em todas as páginas do site, para que ele possa acessá-las quando quiser.

Hoje em dia, com o alto número de usuários de smartphones, os widgets se tornaram quase um lugar comum. Seja para ver temperatura, previsão do tempo, fazer anotações, enfim, há um widget ou aplicativo para o que precisarmos.

Um dos widgets mais interessantes para quem quer integrar o site WordPress às redes sociais é o Custom Share Buttons with Floating Sidebar. Com ele, você pode incluir uma barra lateral flutuante com o link das redes sociais do seu site.

Essas são só algumas dicas para você aproveitar mais o seu site e entender como usar WordPress da melhor forma. Mas, antes de tudo, procure contar com uma equipe competente (como a da K2!) para atingir os melhores resultados!

Willian Casagrande

Jornalista, músico e amante de cafés com pouco açúcar.

eBook gratuito: Plataformas Open Source para CMS

Leia mais posts sobre: Desenvolvimento

Por que Magento é uma boa escolha para o meu e-commerce?

Por que Magento é uma boa escolha para o meu e-co...

Se você está pensando em começar um e-commerce agora, escolher a melhor ...
Saiba por que escolher uma boa hospedagem para site

Saiba por que escolher uma boa hospedagem para sit...

Imagine a seguinte hipótese: você já está implementando uma série de m...