Inbound MarketingMarketing de Busca
Blog > Inbound Marketing

Investir em conteúdo é o melhor negócio para o seu site

quarta-feira, 6 abril 2016

Conseguir bons posicionamentos nos resultados de pesquisas do Google não é uma tarefa fácil. A gigante de buscas atualiza constantemente os algoritmos do programa de rastreamento e classificação, visando posicionar sites considerados de alta qualidade de acordo com inúmeras regras.

O fato é que páginas com melhores conteúdos estão conseguindo ótimas posições com as mais importantes palavras-chave do segmento. A grande dúvida de muitos profissionais e empresários é entender o que significa ter conteúdo de qualidade, e olha, há muitas óticas sobre isso.

Qualidade para o Google seria:

  • Ter textos e mais textos?
  • Texto com vídeos e imagens?
  • Pouco texto e mais objetividade?
  • Rico em pesquisa e informações?

Vamos esclarecer a respeito.

Melhore constantemente os conteúdos armazenados do seu site

É sempre muito importante acompanhar as métricas do seu site por meio do Google Analytics e Search Analytics (antigo Webmaster Tools). Analise quais são as páginas de destinos com os piores índices de CTR (número de cliques / número de impressões). Sinal que esses conteúdos precisam ser revisados. Acompanhe nossas dicas:

  • Sites com menos de 100 páginas: a sugestão é melhorar o conteúdo de cada página, sem ter que excluir. Melhore as informações do conteúdo, pesquise, adicione dados, mencione categorias, aprofunde o conteúdo.
  • Sites que contém entre 100 e 1000 páginas: As páginas com nenhum acesso, se não forem essenciais para o site, podem ser removidas. É melhor ter apenas conteúdos que dão resultados efetivos. Mas sempre que possível, melhore os conteúdos das piores páginas, analisando as informações, links internos, e aprofunde os conteúdos com boas pesquisas e informações úteis.
  • Sites com mais de 1000 páginas: A sugestão aqui é eliminar páginas com conteúdos desnecessários, e melhore, gradativamente, os conteúdos das outras páginas. Verifique se não há páginas duplicadas, isto é, mesmos textos em endereços URL´s diferentes.

Se sua empresa não possui equipe capacitada para analisar os dados, identificar problemas estruturais e de conteúdo, considere contratar agência especializada em SEO.

Melhore os conteúdos “desnutridos”

O erro mais comum é justamente oferecer páginas sem informações aprofundadas. Imagine categorias de produtos ou serviços com pouca ou nenhuma descrição adicional. Para os algoritmos Google, casos como esses remetem à falta de qualidade. Os usuários precisam ter informações adicionais, afinal, se há poucas informações, como deseja que a página tenha visibilidade e principalmente que consiga atrair a atenção dos usuários e converter em vendas?

Tome cuidado com páginas que possuem textos menores que 250 caracteres. Certamente, qualquer categoria do seu site pode ter um aprofundamento das informações.

Usar vídeos é uma maneira inteligente para prender a atenção dos usuários. Quanto mais tempo se manter na página, menor a taxa de rejeição e isso é levado em consideração pelo Google.

Evite conteúdos similares

Outro erro muito comum. Imagine uma loja virtual que oferece o mesmo produto mas com cores diferentes distribuídos em várias páginas. Exemplo, um mesmo celular nas cores preto e azul e cada um disponível em uma página diferente. Ao ler a descrição, a única palavra que muda é justamente a definição de cor.

Para o Google, conteúdos muito similares são ignorados. Para cada produto, seja criativo na descrição, adicione informações que prendam a atenção dos usuários. Na impossibilidade, junte tudo em uma única página, possibilitando ao usuário escolher a cor preferida pois é muito melhor centralizar e criar um conteúdo de alto nível, nutrido de informações do que ter tantas similaridades.

Plágio jamais

Não tem coisa mais abominável para o Google do que encontrar exatamente o mesmo conteúdo em sites diferentes. Será considerado original aquele que for rastreado primeiro pelo buscador. Os demais conteúdos serão rebaixados e dificilmente terão visibilidades.

A falha mais comum é copiar as descrições de outras lojas ou do fornecedor e publicar no site. Se fizer isso, aí é que sua loja virtual não gerará vendas. Tenha tempo para criar descrições de alta qualidade, informações adicionais e persuasivas, inéditas. Se não tiver tempo para investir na geração de conteúdo, contrate uma agência com pessoas capacitadas para essa importante missão. O importante é seu site ser diferencial na internet, e claro, para os algoritmos do Google.

Paulo Sebin

Especialista em colocar o seu site ou blog nas primeiras posições dos buscadores e aumentar as vendas. Jornalista especializado em SEO.

 Infográfico: O que é SEO: guia básico para iniciantes!

Leia mais posts sobre: Inbound Marketing

O que é Inbound Marketing?

O que é Inbound Marketing

Atualmente, um recurso muito utilizado por grandes e pequenas empresas é a...
produzindo um bom conteúdo para web

Produzindo um bom conteúdo para web

Produzir um bom conteúdo para a web é justamente uma escolha: ou você re...