Inbound Marketing
Blog > Inbound Marketing

Em que formato de conteúdo devo investir para meu negócio?

terça-feira, 17 novembro 2015

Se você está interessado em criar conteúdo em um formato que interesse ao seu público, é porque você provavelmente já notou que existem diversos tipos de conteúdo para site que podem ser criados – cada um deles com suas vantagens e desvantagens.

Perguntas como “será que vale a pena criar um blog para o meu negócio?”, “eu deveria investir na produção de e-books?”, ou “que tal começar a produzir vídeos?” já devem ter passado pela sua cabeça se você está pensando em oferecer conteúdo para seu público. Mas, afinal, como é que a gente define qual será o melhor tipo de conteúdo para atingir seus possíveis clientes?

Definindo o formato do conteúdo!

A primeira coisa a ser levada em consideração é sua disponibilidade. Quanto do seu orçamento você pretende dispor ao conteúdo? Você vai ter uma pessoa ou uma equipe preparada, à sua disposição, para a produção deste conteúdo na frequência ideal?

Isso é muito importante porque não adianta bolar uma estratégia de marketing de conteúdo se a sua ideia é criar alguma coisa nova esporadicamente, com intervalos de tempo muito longos entre si e sem uma certa frequência. Se esse era seu plano, saiba que você provavelmente vai acabar gastando esforços com algo que trará pouco resultado :( Agora, se você está disposto a trabalhar com uma estratégia de marketing de conteúdo que realmente leve em consideração o fator consistência do conteúdo, os resultados serão muito positivos!

“Então, se eu não pretendo criar conteúdo com frequência, não posso trabalhar com marketing de conteúdo?”

É claro que você pode! O que queremos dizer é que se você pretende colocar menos recursos (tempo, verba..) na produção de conteúdo, não adianta, por exemplo, querer ter um canal de vídeos no YouTube ou um blog. Isso porque esses formatos só conseguem ser efetivos se você conseguir ser uma presença constante nesses meios.

Isso não significa, porém, que você não possa investir em conteúdos cuja frequência exigida de produção não seja muito alta para gerar resultados satisfatórios! Para que você consiga visualizar melhor quais são esses conteúdos, veja, abaixo, uma listagem que o Content Marketing Institute elaborou e que nós adaptamos às nossas experiências aqui na K2, levando em consideração o formato de conteúdo produzido e a consistência necessária de postagem:

Consistência de postagem de conteúdo para site

Com base na tabela acima, escolher quais formatos de conteúdo para site são os mais apropriados de acordo com a sua disponibilidade se torna muito mais simples. Se você tem recursos para investir em um formato de conteúdo que precisa ser constantemente atualizado, a primeira coluna é a melhor para você; se, por outro lado, você não pretende atualizar esse conteúdo com tanta frequência, os formatos da tabela à direita são os mais indicados.

Precisa de mais ajuda para pensar em uma boa estratégia de marketing de conteúdo? Continue acompanhando os nossos posts :) Ah, e que tal bater um papo com algum dos nossos consultores para saber como a nossa estratégia de conteúdo pode ajudar a sua empresa? Fale com a gente!

Rafaela Silvestrini

Gestora de conteúdo na K2, vive para convencer o mundo que "conteúdo é vida", apertar gatinhos, comer coxinha e sofrer por personagens ficcionais.

 Planilha: Plano de Ação - Marketing Digital 2016

Leia mais posts sobre: Inbound Marketing

Como aumentar as vendas com conteúdos embutidos

Como aumentar as vendas com conteúdos embutidos

Nós já falamos diversas vezes aqui no blog da K2 sobre como um bom conte...
Como começar a pensar em sua estratégia de marketing de conteúdo

Como começar a pensar em sua estratégia de marke...

Atualmente, com a grande visibilidade que a internet trouxe para o mundo do...